Marituba recebe mutirão sistêmico

Marituba recebe mutirão sistêmico

Estão agendados 90 processos para atendimento nesta terça, 29

A Comarca de Marituba, na Região Metropolitana de Belém, receberá o mutirão sistêmico, por meio do projeto “Marituba Sistêmica: Comissão Sistêmica, Caminho da Paz”. A ação irá ocorrer nesta terça-feira, dia 29 de maio, sob organização do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) e da Comissão Sistêmica do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA).

No total, estão agendados 90 processos para serem atendidos, sendo 70 oriundos da 2ª Vara de Família de Marituba e 20 demandas pré-processuais encaminhadas pela Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE), os quais foram recebidos pelo call center da DPE.

A oficiala de justiça Carmen Sisnando, que está à frente das constelações sistêmicas do TJPA, ressaltou a necessidade de implantar a mediação por meio da visão sistêmica na região de Marituba, devido ao alto número de processos litigiosos e o não comparecimento as audiências marcadas.

“Todos os processos que serão atendidos envolvem o litígio e, principalmente, as questões emocionais. Quando as partes sentam para dialogar conosco, isso fica mais aflorado. Nosso objetivo é trabalhar esse lado emocional, fazer com que eles olhem para o conflito e consigam construir um acordo sem a presença do juiz responsável, já saindo com a sentença em mãos”, afirmou Carmen Sisnando.

As partes foram notificadas pelo juiz Roberto Rodrigues Júnior, que responde pela 2ª Vara de Família de Marituba, com formação em visão sistêmica pela Escola Superior da Magistratura, a comparecer ao mutirão que contará com oito mediadores capacitados.

Os mutirões serão realizados mensalmente na Comarca de Marituba a partir deste mês. Em junho, os processos da 1ª Vara Cível de Marituba serão apreciados com a proposta da visão sistêmica. A realização dos mutirões contribui para a efetividade da celeridade processual no Poder Judiciário paraense. O balanço de conciliação por meio dos mutirões sistêmicos varia positivamente de 89% a 92% de acordos firmados entre as partes.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa
Texto: Samyra Mercês
Foto: Divulgação

administrador@pa

Fechar
Fechar

Digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Fechar

Fechar