SERVIDORES DO FÓRUM DE OURILÂNDIA DO NORTE DENUNCIAM ASSÉDIO MORAL DE JUIZ

SERVIDORES DO FÓRUM DE OURILÂNDIA DO NORTE DENUNCIAM ASSÉDIO MORAL DE JUIZ

SERVIDORES DO FÓRUM DE OURILÂNDIA DO NORTE DENUNCIAM ASSÉDIO MORAL DE JUIZ

Servidores do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), lotados na Comarca de Ourilândia do Norte, sul do estado, denunciam que são vítimas de assédio moral provocado pelo magistrado titular da comarca Juliano Dantas Jerônimo. Segundo informações o magistrado faz ameaças constantes aos servidores, inclusive indicando que mandaria prender os funcionários da comarca caso eles desobedecessem a suas ordens.

Na manhã desta quinta-feira (7) ao chegarem para o expediente de trabalho, os servidores foram impedidos de acessarem suas salas e desempenharem suas funções pela justificativa do magistrado de que a comarca passaria por uma correição extraordinária, sendo assim os servidores que foram cedidos pela Prefeitura de Ourilândia do Norte seriam devolvidos e que depois ele verificaria as medidas que tomaria com os demais funcionários públicos. Desde a ida do Juiz para a cidade de Ourilândia do Norte, situação ficou complicada, pois o magistrado já havia cometido fatos parecidos na cidade de Uruará, no Pará.

O presidente da Afojebra e os diretores do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Pará, estão na cidade. O SINDOJUS-Pa entrou com dois pedidos de afastamento do magistrado na corregedoria, e provas gravíssimas foram anexadas no processo. Segundo os diretores das entidades o caso será levado ao conhecimento da Corregedoria Nacional. Lideranças de vários Sindicatos estão chegando para um Ato público, em frente ao Fórum da cidade. Vale ressaltar que Oficiais de Justiça de diversas localidades do País e do mundo estão aderindo a esta campanha.

Tayná Almeida - Assessoria de Comunicação 

Tayná Almeida

Close
Close

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.

Close

Close